(44) 3528-4993 / 3528-0024        atendimento@kspulverizadores.com.br
Blog - KS Pulverizadores - Sistema KS e Pulverizadores Autopropelidos
Pulverização: Veja como calcular a área tratada por minuto
0 Comentário

Pulverização: Veja como calcular a área tratada por minuto

O planejamento faz toda a diferença nos trabalhos no campo. Para otimizar o tempo e os custos, vários pontos devem ser observados antes de iniciar a operação. Na pulverização, que uma das etapas mais importantes no ciclo da produção, não é diferente. Para que o trabalho renda e o previsto realmente ocorra dentro do prazo determinado, alguns cálculos devem ser levados em consideração.

Para auxiliar os produtores e operadores de máquina neste momento, trazemos dicas de como calcular a área tratada por minuto. Outros quesitos devem ser levados em consideração, como o relevo da área e as condições do tempo, como a velocidade do vento. Um dos diferenciais do pulverizador autopropelido é a economia, evitando desperdícios de insumos e reduzindo o impacto ambiental.
Antes de calcular a área, faça a medição da vazão. Colete a água de um bico unitário por 1 minuto em um recipiente graduado. Para saber a vazão total dos bicos, veja o exemplo:
Se em um bico foi coletado 800 mL em 1 minuto, então, a vazão unitária é 0,8 L/min.
Se a barra tem 40 bicos, 0,8 x 40= 32 L/min de vazão total.
Você também pode medir a vazão em todos os bicos e verificar se eles não estão desgastados.
Se algum dos bicos apresentar vazão acima de 10%, o bico deve ser trocado.
Nessa etapa também se atente para o jato que sai dos bicos, observando se há entupimentos e deve desentupir adequadamente.
Após isso, faça a medição da velocidade do pulverizador. Marque um percurso de 50 metros com uma trena e afaste o pulverizador do local demarcado, pode ser 5 metros.

Esse afastamento permite que a velocidade se estabilize até chegar na marcação de 50 metros para sua medição. Em seguida, anote o tempo que o pulverizador percorrer os 50 metros. Com a distância dividida pelo tempo sabemos facilmente qual a velocidade real da máquina.
Então, se o tempo para percorrer a distância de 50 metros e o tempo foi de 15 segundos, a velocidade é (50/15)x60=200 m/min.

Como calcular a área tratada por minuto

Exemplo:
Largura da área tratada = 40 bicos x 0,6m de espaçamento entre bicos = 24 metros
Área tratada = velocidade x largura da área tratada
Área tratada = 200m/min x 24 metros = 4800 m/min
Em hectare = 4800/10000 = 0,48 ha/min
A fórmula da taxa de aplicação é:
Taxa de aplicação = vazão total/área tratada

Exemplo:
Taxa de aplicação = 32L/min/0,48ha/min = 67 L/ha

Quantidade de produto para o preparo da calda

Quantidade = (capacidade do tanque x dosagem do produto)/taxa de aplicação
Exemplo:
Se o tanque é de 2000 litros e dosagem do produto de 0,2 L/ha:
Quantidade = (2000×0,2)/67 = 5,97 L de produto para o preparo da calda de um tanque cheio do pulverizador.


Com informações do site Lavoura 10

Sistema KS aumenta vida útil do sistema hidráulico do pulverizador
0 Comentário

Sistema KS aumenta vida útil do sistema hidráulico do pulverizador

Testado e aprovado por produtores em várias regiões do Brasil, o Sistema de Estabilização de Barras da KS passou a marca de 11 mil kits vendidos. Entre os diversos benefícios apontados pelos agricultores que utilizam a tecnologia está o aumento da vida útil do sistema hidráulico de pulverizadores de todas as marcas disponíveis no mercado.

Em funcionamento, o sistema funciona por meio de válvulas hidráulicas sob pressão e é regulado para cada máquina. Não possui dispositivo elétrico ou eletrônico que podem vir a dar problema. Só se usa a pressão hidráulica do próprio sistema. Interligado por mangueiras, o óleo vem do pistão hidráulico da máquina e entra no aparelho, circulando por dentro das válvulas. Com isso, o Sistema KS trabalhar de forma autônoma e equilibrando o peso das barras, deixando-o praticamente nulo, além de evitar o “efeito chicote”, grande responsável pela quebra de barras.

Quando o Sistema KS está em funcionamento e mantendo as barras nivelas, não é necessário utilizar o sistema hidráulico da própria máquina. “A nossa tecnologia aumenta a vida útil de todos os componentes hidráulicos, como bomba, comando hidráulico, circuitos, cilindros, mangueiras, além de outras peças que estarão sendo amortecidas e não estarão em funcionamento. A máquina estará trabalhando, porém, o comando não estará o tempo todo fazendo ciclos, o que faz aumentar a sua vida útil. Dessa forma também acontece com o cilindro hidráulico, que se manterá macio, sem sofrer golpes. Temos uma barra totalmente automatizada sem gerar estresse ao operador”, explica um dos sócios-proprietários da KS, Edson Carlos Kleinschmitt.

Clique aqui para saber mais sobre o Sistema KS.

Produtores brasileiros fazem a maior colheita de soja do mundo
0 Comentário

Produtores brasileiros fazem a maior colheita de soja do mundo

Os produtores brasileiros colocam novamente o país em primeiro lugar na produção de soja no mundo. O Brasil fez a maior colheita do grão no planeta. Mais de 126 milhões de toneladas de soja terão sido colhidas no Brasil no fim da temporada 2019-2020 (que termina em agosto), 7,6% a mais que na safra anterior, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

O Brasil deixa para trás os Estados Unidos, cujos agricultores reduziram suas plantações por causa da guerra comercial com a China ―principal consumidor da leguminosa, com 30% da demanda mundial― e as intensas chuvas registradas no ano passado. Aqui no país, o estado de Mato Grosso foi um dos primeiros a encerrar esse trabalho e é o polo de produção da soja no País. Estão em fase final os Estados do Paraná e Rio Grande do Sul.

Milho
Foco agora é o milho, que sofre com a maior estiagem dos últimos anos em vários estados do Brasil. A falta de chuvas regulares já causa impacto nas lavouras da segunda safra de milho em Assis Chateaubriand, no oeste do Paraná. Até o momento, a perda de produtividade estimada já é de 45%, saindo da perspectiva inicial de 110 sacas por hectare de média para 60 sacas. Segundo o presidente do Sindicato Rural de Assis Chateaubriand, Valdemar Melato, as perdas podem ser ainda maiores caso a estiagem se prolongue por mais tempo na região, que registra precipitações menores do que a média já há cerca de um ano.

Produção de soja
Ranking dos principais Estados produtores de soja com números de produção (em milhões de toneladas) e a participação (%)

MT      34,9     28,6%
PR       20,9    17,1%
RS       13,3     10,9%
GO      12,5     10,2%
MS      10,2     8,3%
Fonte: Conab

Produção de milho
Ranking dos principais Estados produtores de milho com números de produção (em milhões de toneladas) e a participação (%)

MT      34,5     33,9%
PR       16,0    15,7%
GO      11,6     11,4%
MS      9,5      9,3%
MG     7,7      7,6%
Fonte: Conab

Produção de algodão
Ranking dos principais Estados produtores de algodão com números de produção (em mil toneladas) e a participação (%)

MT      2.006,1   69,6%
BA       554,6     19,3%
GO      73,7         2,6%
MG     64,4          2,2%
MS      58,8          2,0%
Fonte: Conab

Com informações do site El País | foto: Agência Estadual de Notícia (AEN)

KS conta com fabricação de barra universal para pulverizadores autopropelidos
0 Comentário

KS conta com fabricação de barra universal para pulverizadores autopropelidos

Sempre buscando facilitar a vida do produtor rural, a KS Pulverizadores é uma das poucas indústrias fabricantes de barra universal para autopropelidos no Brasil. O jogo de barras pode ser instalado em todas as marcas e modelos disponíveis no mercado. Altamente reforçadas, as barras são do modelo de 21, 24, 25, 28, 30 e 32 metros, contando com quadro autonivelante e opção de regulagem de altura.

Além de possuir uma maior durabilidade, as barras são mais leves, com pesos iguais em ambos lados. Os bicos ficam protegidos dentro da estrutura. As barras são em tubos quadrados e com forma triangular. Já o sistema de travamento das barras conta com chapas conformadas, gerando alta resistência, estabilidade e firmeza. Com pintura eletrostática de alta resistência, possui um sistema de soldagem das barras intercaladas, proporcionando mais qualidade.


Loja de peças
A loja de peças e serviços da KS é completa, oferecendo as peças que os agricultores precisam para seus maquinários. São mangueiras hidráulicas e leves, bombas, comandos, conexões e pistões hidráulicos; todas as linhas de reparos hidráulicos; hidros, direções hidrostáticas, caixas de direção e motores hidráulicos; tornos convencionais e CNC; fresas, plainas e soldas; fabricação e recuperação de pistões hidráulicos; fabricação de peças agrícolas; fabricação e recuperação de engrenagens; balanceamento computadorizado de picadores, rotores e cilindros; plasma CNC; recuperação de carcaça de caminhões s/ desmontagem; cabines; estabilizador de altura das barras (para pulverizadores de todos os modelos e tamanhos); corte e dobra CNC de chapas; pintura eletrostática (Epox); atacado e varejo de peças agrícolas.

Clique aqui para conhecer mais sobre a barra universal

Pulverização: Tire dúvidas sobre altura da barra e tamanho da gota
0 Comentário

Pulverização: Tire dúvidas sobre altura da barra e tamanho da gota

Muitas dúvidas podem surgir na hora da pulverização. O sucesso do controle de pragas, doenças e plantas daninhas depende, em grande parte, de como a aplicação do defensivo é realizada. A tecnologia de aplicação deve proporcionar a correta colocação do produto no alvo em quantidade necessária, de forma econômica e com o mínimo de contaminação em outras áreas.

Para aumentar seu conhecimento de pulverizadores autopropelido, trazemos algumas informações extraídas de um material produzido pelo canal Brutos do Campo Oficial. Confira:

Altura da barra
A altura ideal da barra é aquela que permite o cruzamento (sobreposição) dos jatos, a fim de homogeneizar a distribuição do volume aplicado ao longo da barra.
A altura mínima da barra depende do ângulo da ponta e do espaçamento entre bicos.
Para pontas com distribuição triangular, a altura mínima da barra deve ser tal que o cruzamento dos jatos ocorra na metade da altura entre a barra e o alvo.

Atenção
A altura da barra excessiva leva a perda por deriva e evaporação.
Mantenha o cruzamento dos jatos.

Tamanho da gota
O tamanho de gota, gerada por uma ponta de pulverização, depende do tipo de ponta da vazão e da pressão de trabalho.
A gota é classificada de acordo com o diâmetro mediano volumétrico (DMV) e é medida com micrômetros. Um mícron é igual a 0,001 mm.
As gotas grossas minimizam as perdas por deriva e evaporação.
As gotas finas proporcional melhor cobertura e penetração, além de reduzir possibilidade de escorrimento dos produtos nas folhas.

Fonte: Brutos do Campo Oficial 

Veja como identificar se o trator está com o peso adequado Crédito da foto: Jornal do Comércio
0 Comentário

Veja como identificar se o trator está com o peso adequado

Para auxiliar os produtores e operadores, o técnico agrícola André Arantes, do Canal Brutos do Campo, produziu um material sobre a patinagem ideal para tratores, com identificação visual. O peso do trator, o tipo de rodado e as condições da superfície do solo são os fatores que mais afetam a patinagem das rodas motrizes, a velocidade de deslocamento, a potência desenvolvida e o consumo de combustível, parâmetros que expressam o desempenho do trator. 

De acordo com Arantes, há uma forma muito simples de verificar se o trator está com peso adequado para trabalhar num determinado tipo de solo:
1- Quando o trator está muito leve (ou o solo pouco consistente), á patinagem é alta e as marcas dos pneus não aparecem claramente no solo.
2- Quando o trator está pesado demais, as marcas dos pneus ficam muito definidas no solo.
3- O ideal é as marcas definidas nas bordas e sinais de deslizamento no centro.

Para saber como calcular o índice de patinagem do trator, clique aqui para assistir ao vídeo do canal Brutos do Campo.