(44) 3528-4993 / 3528-0024        atendimento@kspulverizadores.com.br
Blog - KS Pulverizadores - Sistema KS e Pulverizadores Autopropelidos
Sistema KS: Pulverização com mais velocidade
0 Comentário

Sistema KS: Pulverização com mais velocidade

Com o Sistema de Estabilização de Barras da KS, o produtor acelera seu processo de pulverização. O aparelho hidráulico é instalado na parte traseira do pulverizador. A tecnologia deixa as barras automatizadas. Após a regulagem, o peso fica praticamente nulo, evitando o efeito chicote, que é um dos grandes responsáveis pela quebra e entorta de barras e bicos. Com isso, aumenta-se a velocidade de aplicação, mesmo em terrenos com topografia irregular.

Na fazenda Olho Verde, no município de Santa Rita do Trivelato (MT), o Sistema KS já foi aprovado. São 750 hectares de área de plantio com muitas curvas de nível. Antes, o trabalho de pulverização era muito mais difícil. Em um terreno tão acidentado como esse, a solução foi instalar o Sistema KS. Sem ele, a uniformidade na aplicação seria quase impossível. “Antes, a gente tinha que acompanhar as curvas de nível, que não são de uma largura só, tendo que manobrar o pulverizador e era complicado. Agora, com o Sistema da KS está muito mais fácil para trabalhar e mais tranquilo, porque você não tem mais aquele estresse de estar preocupado com a barra, que está batendo ou levantando. Hoje, pode-se trabalhar tranquilo. Quebrar barras, com nós, isso não acontece mais há 4 safras", garante o gerente da fazenda, Reginaldo da Silva.

Uma pulverização sem falhas e sem manchas de ervas daninhas. Com o Sistema KS, há uma maior uniformidade e precisão da altura das barras com o solo, além na redução da deriva de defensivo, que antes era ocasionado pela oscilação das barras. A tecnologia da KS é compatível com as principais marcas e modelos de pulverizadores do mercado, sem alterar as características originais da máquina.

Clique aqui para sabe mais sobre o Sistema KS.

Dia do Agricultor: Data para ressaltar a força que vem do campo
0 Comentário

Dia do Agricultor: Data para ressaltar a força que vem do campo

Com a missão especial de alimentar o mundo, neste dia 28 de julho, a data nos remete à força que vem do campo e que impulsiona o crescimento e desenvolvimento das cidades. Com um trabalho árduo, de sol a sol, os Agricultores não medem esforços para fazer uma produção cada vez maior e com alta qualidade. Eles não fazem brotar da terra somente plantas, mas também sonhos e realizações.

Em comemoração aos cem anos da fundação do Ministério da Agricultura, a data foi criada a partir do Decreto de Lei n° 48.630 de 1960. Na ocasião, a lei foi assinada pelo então presidente Juscelino Kubitschek, que acreditava serem os agricultores os principais responsáveis pelo crescimento econômico do País. E ele não estava errado.

O crescimento do País e o que dá a grande sustentação à economia nacional passa pelas mãos dos Agricultores. Neste ano, o Brasil voltou ao topo de maior produtor de soja do mundo, com uma supersafra de 247,4 milhões de toneladas de grãos, ficando à frente dos Estados Unidos. De acordo com dados da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura, no geral, o Brasil também é o 3º maior exportador agrícola do mundo.

Ao passar dos anos, o como produzir também mudou. Hoje, os Agricultores possuem mais informações à sua disposição, que são usadas no cultivo das grandes e pequenas propriedades. Aliado à experiência de homens e mulheres que construíram a sua vida na área rural, esse conteúdo soma para aprimorar ainda mais a produção. Na lida no campo, a tecnologia é uma grande parceria do plantio à colheita. Grandes e modernos maquinários ocupam o espaço no horizonte rural, mostrando que a indústria da agricultura segue forte e que caminha para um futuro ainda mais promissor.   

A KS Pulverizadores reconhece o trabalha dos Agricultores e parabeniza a todos pela data.

Veja o pH da água indicado para pulverização
0 Comentário

Veja o pH da água indicado para pulverização

Diversos fatores influenciam na qualidade das aplicações e eficácia dos defensivos agrícolas no controle dos agentes nocivos. A qualidade da água é fator fundamental na eficácia de produtos fitossanitários, representando 95% do volume de pulverização. A água é um solvente universal e é o principal veículo em aplicações. Devido a isso, as suas propriedades nas pulverizações podem influenciar de maneira significativa o desempenho dos produtos nela misturados. Um dos principais pontos para avaliar a qualidade da água é o pH.

Muitos agricultores evitam usar água de rios por causa dos teores elevados de argila, de material orgânico ou de sais. Optam pela água de poços artesianos que, em geral, são límpidas. Se a água apresentar quantidade elevada de partículas de terra em suspensão, pode reduzir a meia-vida (tempo para inativar 50% do produto) de herbicidas. Cada defensivo agrícola apresenta um pH que terá maior eficiência.

Nas regiões com águas minerais e alcalinas, o pH pode atingir níveis superiores a 9. Muitos produtos fitossanitários reduzem a sua meia-vida hidrolítica quando misturados com água alcalina. Com relação à acidez, os trabalhos recentes mostram que alguns herbicidas e inseticidas piretroide têm sua eficiência melhorada quando aplicados com água de pH próximo a 4,0. Os fungicidas, inseticidas e acaricidas, de maneira geral, possuem melhor ação em pH 5.

A maioria dos produtos formulados é mais eficiente numa determinada faixa de pH da calda. De modo geral, os defensivos apresentam maior eficiência quando em caldas com pH levemente ácido, variando de 5 a 6. Dificilmente são utilizadas caldas com pH inferior a 3,5, pois abaixo deste valor poderá ocorrer dissociação iônica e precipitação do produto.

Outro fator determinante é a condutividade elétrica. Essa representa a concentração de íons na solução que são capazes de conduzir corrente e, consequentemente causar dissociação de moléculas.

Vale salientar a importância de procurar a orientação de um engenheiro agrônomo para que o manejo de pulverização tenha eficiência técnica, econômica e ambiental. 

3 passos para a correção do pH ideal
- Analise o pH da água (laboratórios ou medidor portátil);
- Analise a condutividade elétrica (para saber a quantidade de redutor de pH a ser utilizado);
- Utilize um redutor de pH sempre que necessário (utilize o redutor antes de misturar os defensivos).
Após corrigir o pH da água, você poderá fazer a calda para pulverização.

Com informações: Revista Campo & Negócios e Rotoplastyc

Aplicação noturna: a importância da luz de LED nas barras do pulverizador
0 Comentário

Aplicação noturna: a importância da luz de LED nas barras do pulverizador

Nos trabalhos noturnos de pulverização, o farol de luz de LED azul nas barras dos pulverizadores desempenha um papel fundamental nessas horas. O equipamento tem a finalidade de garantir ao operador do maquinário a perfeita visibilidade do fluxo de saída dos defensivos. Qualquer bico entupido, falha ou vazamento será possível a sua identificação e intervenção imediatamente para reduzir desperdícios e outros transtornos. Um investimento para diminuiu ou coibir gastos com a perda de produto.

O LED da cor azul alcança totalmente as barras do pulverizador, facilitando a visualização noturna do operador de obstáculos e vazão dos bicos, evitando falhas na aplicação, garantindo assim a qualidade da pulverização. A luz na cor azul permite uma excelente visualização do spray do pulverizador, com contraste muito maior do que qualquer luz branca tradicional, resultando na melhor solução para iluminar uma barra de pulverização.

São vários benefícios na pulverização noturna, como a diminuição da evaporação, colaborando para que a plantação tenha uma maior absorção dos defensivos. Durante o dia, as altas temperaturas, baixa umidade do ar e rajadas de vento prejudicam o aproveitamento dos defensivos aplicados, causando prejuízo ao produtor. Em muitas vezes é preciso evitar as adversidades realizando a pulverização noturna e aproveitando as melhores condições climáticas. Com fácil instalação, o farol de LED azul pode auxiliar o produtor nesse trabalho.

Nos pulverizadores autopropelidos da KS, a tecnologia já é um item de série. As máquinas da marca contam com um dos melhores custos-benefícios da categoria. Entre os opcionais, à disposição dos produtores também está o Sistema de Estabilização de Barras da KS, que evita o "efeito chicote", grande responsável por quebras de barras e bicos. A loja de peças e serviços da KS conta com o farol de luz de LED azul à disposição dos produtores.

Produtor do RS: ‘Com o Sistema KS, temos uma aplicação perfeita’
0 Comentário

Produtor do RS: ‘Com o Sistema KS, temos uma aplicação perfeita’

Manter as barras do pulverizador intactas depois de um longo período de trabalho. Esse sempre foi um grande desafio para o produtor Diego Rossi, de Três de Maio (RS), que produz em uma área extensa e com muitas ondulações no terreno. Para aprimorar os trabalhos, o agricultor apostou no Sistema de Estabilização de Barras da KS.

De um tempo para cá, Rossi percebeu uma melhora significativa no desempenho na lavoura, utilizando a tecnologia em um pulverizador de arrasto. “Antes, a gente tinha o problema de quebrar as barras e uma aplicação ruim. Andávamos bem de devagar e cuidando muito das barras. Agora, depois que passamos a utilizar o sistema KS, praticamente não aconteceu mais isso. Só tivemos benefícios e agilidade na pulverização”, detalha o produtor rural.

Em números, Rossi conta que a velocidade da aplicação realmente aumentou depois que começou a utilizar o Sistema KS. “Onde, antes, aplicávamos a 11 km/h, hoje estamos fazemos a 18 km/h. Em 30 hectares fazíamos em 1h30. Agora, esse mesmo espaço fazemos a aplicação em 1h. Em áreas maiores, conseguimos um maior rendimento por dia. Aplico sempre na mesma altura. Regulo 35 centímetros a distância entre o leque com relação à cultura. Mesmo em terreno irregular, sempre temos uma aplicação perfeita”, garante o produtor Rossi.

O equipamento em funcionamento alivia o peso das barras, deixando praticamente nulo. Para manter uma altura exata de pulverização é instalado um garfo com roda em cada barra, que tem por simples finalidade a regulagem de altura, projetadas para não causar danos na plantação. O Sistema KS de Estabilização de Barras mantém a pulverização uniforme, mesmo em terrenos irregulares e em velocidades maiores. Tudo isso para facilitar o processo de pulverização na lavoura, mantendo a qualidade de forma rápida e prática.

Clique aqui para saber mais sobre o Sistema KS.

Pulverização: Veja os principais benefícios do Sistema KS
0 Comentário

Pulverização: Veja os principais benefícios do Sistema KS

Para quem busca uma pulverização mais ágil e uniforme, o Sistema de Estabilização de Barras da KS pode ser um grande aliado nesse trabalho. Com mais de 11 mil kits vendidos pelo Brasil, a tecnologia evita o “efeito chicote”, responsável por mais de 90% das quebras de barras e bicos. O aparelho reduz o peso das barras, deixando-o praticamente nulo. A instalação é possível em máquinas de todas as marcas, sem alterar as características originais em pulverizadores autopropelidos ou de arrasto.

Testado e aprovado por produtores e operadores de máquinas de norte a sul do País, o Sistema KS trabalha por meio de válvulas hidráulicas sob pressão. Ele é regulado para cada máquina e mantém as barras niveladas. A tecnologia não conta com nenhum dispositivo elétrico ou eletrônico que possam a vir a dar algum problema. Só se usa pressão hidráulica. Com instalação rápida e fácil, o aparelho é interligado por mangueiras. O óleo vem do pistão hidráulico da máquina e entra no Sistema KS, fazendo o óleo circular por dentro das válvulas, equilibrando o peso das barras.

Principais vantagens:
- Pulverização uniforme;
- Protege as barras;
- Aumenta a vida útil dos componentes hidráulicos e das mangueiras;
- Aumenta a velocidade da aplicação e economiza tempo;
- Ergonomia: o operador não precisa ficar olhando constantemente para trás durante a aplicação;
- Barras totalmente automatizadas;
- Altura exata da aplicação;
- Prático, simples e funcional.

Clique aqui para saber mais sobre o Sistema KS.