(44) 3528-4993 / 3528-0024        atendimento@kspulverizadores.com.br
Blog - KS Pulverizadores - Sistema KS e Pulverizadores Autopropelidos
Pulverização: Visitantes do Show Rural Coopavel 2022 poderão conhecer o Sistema KS
0 Comentário

Pulverização: Visitantes do Show Rural Coopavel 2022 poderão conhecer o Sistema KS

A 34ª edição do Show Rural Coopavel apresentará aos visitantes, de 7 a 11 de fevereiro de 2022, o que há de mais moderno e tecnológico para o trabalho do campo. São máquinas de última geração e implementos agrícolas que farão a diferença na rentabilidade das propriedades e na vida dos agricultores. Entre os produtos que estarão presentes na maior feira do agronegócio da América Latina está o Sistema de Estabilização de Barras da KS Pulverizadores.

Redução na deriva de defensivos, uniformidade e precisão da altura das barras e menos desgaste físico do operador. Esses são alguns dos benefícios gerados pelo Sistema de Estabilização de Barras da KS. Além de evitar o "efeito chicote", a tecnologia desenvolvida pela indústria paranaense colabora para uma aplicação sem falhas, evitando manchas de ervas daninhas.

Usado e aprovado por produtores de norte a sul do Brasil, até do exterior, o Sistema KS é de fácil instalação, sendo compatível com várias marcas de pulverizadores do mercado, sem alterar as características das máquinas. A tecnologia colabora com o aumento da vida útil das barras, bicos e marcadores de espuma, além de preservar os componentes hidráulicos, como bomba e comando.

Para operadores de máquinas, o Sistema KS é um divisor de água em seu trabalho. A aplicação ocorre de maneira mais ágil e sem a necessidade de ter que ficar olhando toda a hora para a barra. "Antes, a gente pulverizava a 10 quilômetros por hora. Era bem trabalhoso a gente manter a barra estável. Tinha que ficar 'lutando' com o comando, levantando e baixando a barra", conta o operador Rodrigo José Borges, que está na atividade há 15 anos.

Com o Sistema KS, o produtor Rodrigo Cadelca garante que a operação ganhou muito mais qualidade. "Ficou perfeito depois do kit; muito bom! Agora é bem uniforme. Não temos mais quebras; barras não pegam mais no chão", ressalta o produtor. Além da qualidade na aplicação, o produtor buscava por um sistema que ajudasse a preservar o pulverizador. O Sistema KS evita as oscilações das barras e impendem que elas se choquem contra o solo. "A tecnologia nos auxilia bastante nessa parte", garante o agricultor.

Com o Estabilizador da KS, as barras não recebem mais impactos ocasionados por ondulações na propriedade. Em funcionamento, a tecnologia alivia o peso das barras, deixando-o praticamente nulo. Para manter uma altura exata de pulverização é instalado um garfo com roda em cada barra, que tem por finalidade simplesmente a regulagem de altura.

Clique aqui para saber mais sobre o Sistema KS.

KS
A KS Pulverizadores é uma empresa que está no mercado há 24 anos, sempre buscando aperfeiçoar e inovar, desenvolvendo melhorias e ferramentas para o trabalho do homem do campo. A KS Trabalha ao lado do agricultor no desenvolvimento e produção dos pulverizadores, além da fabricação de pulverizador autopropelido e o Sistema KS, que controla automaticamente a altura das barras de pulverização, a empresa também atua no setor de peças e serviços.

Conheça mais sobre a empresas e seus produtos clicando aqui.

Show Rural 2022
Criado em 1989, o Show Rural Coopavel tem por missão levar novos conhecimentos aos produtores rurais para que possam produzir mais, melhor e com menos custos. “O evento acelerou o processo entre o desenvolvimento da pesquisa e o repasse das novidades aos agricultores, fazendo com que os resultados no campo apareçam mais rapidamente”, diz o agrônomo Rogério Rizzardi, coordenador-geral do Show Rural. “No passado, uma novidade demorava tempo considerável para chegar e ser aplicada, agora, com mostras de tecnologia com essa, tudo ocorre com muita agilidade”.

 

A 34ª edição do Show Rural Coopavel contará com a participação de 400 empresas. O acesso ao parque e o uso do estacionamento, com 12 mil vagas, são gratuitos. O trabalho das montadoras deverá estar concluído até o fim da tarde do dia 2 de fevereiro. “A pandemia traz novos desafios para eventos como esse. Mas superação e aprendizado contínuo são duas das nossas principais características”, observa Dilvo Grolli. A entrada é gratuita. (Com informações com assessoria de imprensa)

Crédito da foto do parque: Lucas Hülse

KS Pulverizadores apresenta linha Starker durante 34ª Show Rural Coopavel
0 Comentário

KS Pulverizadores apresenta linha Starker durante 34ª Show Rural Coopavel

Indústria com sede em Assis Chateaubriand, oeste do Paraná, a 80 quilômetros de Cascavel, a KS Pulverizadores será uma das atrações desta edição de 2022 no Show Rural Coopavel. Com tradição em participação na maior feira do agronegócio da América Latina, o estande da KS, localizado na Rua “O”, no parque onde ocorrerá o evento, contará com os grandes pulverizadores da linha Starker. Os visitantes poderão conhecer de perto os diferenciais das máquinas, além de esclarecer todas as dúvidas com os consultores da empresa paranaense. A entrada é gratuita.

Os pulverizadores autopropelidos vieram para ficar. São máquinas agrícolas de alto desempenho que realizam a aplicação de defensivos agrícolas de maneira eficiente e assertiva. Contando com motor e transmissão próprio, trabalha de maneira independente. Com ganho nos trabalhos, esses pulverizadores podem alcançar uma velocidade de 15 a 30 km/h. O uso do autopropelido reduz o custo por hectare da operação agrícola, pois fazem a aplicação dos defensivos agrícolas em áreas maiores em menor tempo. Para a escolha de um pulverizador agrícola, o produtor deve levar em consideração vários fatores, como a cultura em que irá trabalhar, área de pulverização, custo-benefício e a manutenção que a máquina gerará.

Para facilitar ainda mais ao acesso a essas máquinas potentes, robustas e tecnológicas, a KS Pulverizadores conta com os autopropelidos com um dos melhores custos-benefícios do mercado brasileiro. A KS fabrica máquinas robustas, com toda a tecnologia necessária embarcada. Projetados para atender as necessidades do pequeno e médio produtor, entre os opcionais dos pulverizadores está o piloto automático hidráulico, Led azul e o Sistema de Estabilização de Barras da KS, que evita o "efeito chicote", dando mais agilidade à aplicação.

O último lançamento da KS foi Pulverizador foi o modelo Starker 1.500. Com alto desempenho em terrenos irregulares, possui o comprimento das barras de 21 metros por padrão, contando também com a opção de 24 metros. Além disso, com a capacidade de 1.500 litros, a máquina conta com uma cabine confortável e com ampla visibilidade. A tração é 4x4 em X com bombas hidráulicas, suspensão pneumática ativa, redutores de rodas e incorporador com painel de comando.

Outra opção para os pequenos e médios produtores é o Pulverizador Starker 2.300. Com um tanque principal de 2.300 litros, a máquina conta com motor MWM Turbo, sendo 4 cilindros MAR I (130 cavalos), além de ser tração 4x2, com diferencial reduzido. As barras, de acordo com a necessidade do produtor, podem ser de 25, 28 ou 30 metros. Em tecnologia, o Starker 2.300 possui piloto automático hidráulico, corte de seção (7 seções), controle automático de vazão, além de outros componentes.

A Indústria KS conta com pulverizadores autopropelidos que podem ser financiados por meio do Programa Mais Alimentos. Todos os modelos da marca se enquadram nessa linha. "Venha conhecer. Estaremos presente com nossas máquinas, que são robustas e tecnológicas, além do exclusivo Sistema KS de estabilização de barras. Aguardamos vocês”, adianta um dos sócios-proprietários, Alexandre Kleinschmitt.

KS
A KS Pulverizadores é uma empresa que está no mercado há 24 anos, sempre buscando aperfeiçoar e inovar, desenvolvendo melhorias e ferramentas para o trabalho do homem do campo. A KS Trabalha ao lado do agricultor no desenvolvimento e produção dos pulverizadores, além da fabricação de pulverizador autopropelido e o Sistema KS, que controla automaticamente a altura das barras de pulverização, a empresa também atua no setor de peças e serviços.

Conheça mais sobre a empresas e seus produtos clicando aqui.

 

34ª Show Rural

Com mais de 80% do cronograma de montagem dos estandes já concluído, as montadoras aceleram ainda mais o ritmo para deixar tudo pronto para o início do 34º Show Rural Coopavel. A parte externa das estruturas, que recepcionarão 400 expositores, precisa estar pronta até o fim da tarde da próxima quarta-feira, 2 de fevereiro. A feira ocorrerá de 7 a 11 de fevereiro de 2022.

Iniciado em 1989, o Show Rural Coopavel, em sua 34ª edição, trará inúmeras atrações aos visitantes. Algumas estruturas de grande impacto ao evento serão inauguradas, como um hub de inovação para o agronegócio, um centro de tecnologia para a avicultura e um novo pavilhão para abrigar a agroindústria familiar.

Os visitantes, que percorrerão o parque observando orientações e cuidados sanitários, terão a oportunidade de conhecer também novas soluções que chegam com força ao campo, como uma estrutura eólica para a geração de energia apresentada pelo IDR, o Instituto de Desenvolvimento Rural.

KS Pulverizadores se prepara para o Show Rural Coopavel 2022
0 Comentário

KS Pulverizadores se prepara para o Show Rural Coopavel 2022

Faltam menos de 15 dias para a maior feira do agronegócio da América Latina. Neste ano, de forma presencial, o Show Rural Coopavel 2022 será realizado de de 7 a 11 de fevereiro, reunindo as principais empresas e indústrias do ramo. Tradicional no evento, a KS Pulverizadores marcará presença mais uma vez. Para que isso seja possível, um time de colaboradores está escalado para cuidar de cada detalhe, como na logística de transporte de máquinas e equipamentos, como na preparação do espaço e no atendimento aos visitantes.

Localizada na Rua “O”, no parque onde ocorrerá o evento em Cascavel (PR), durante a 34ª edição do Show Rural Coopavel, a KS Pulverizadores contará com uma equipe de consultores que vai esclarecer as dúvidas dos visitantes. "Venha conhecer. Estaremos presente com nossas máquinas, que são robustas e tecnológicas, além do exclusivo Sistema KS de estabilização de barras. Aguardamos vocês”, adianta um dos sócios-proprietários, Alexandre Kleinschmitt.

Uma das atrações da KS é o Pulverizador Autopropelido Starker 1500 Hidro 4x4, produto único no mercado brasileiro. Com a agilidade que o produtor precisa, o novo Pulverizador da KS possui o comprimento das barras de 21 metros por padrão, contando também com a opção de 24 metros. Além disso, o 1500 possui uma cabine confortável e com ampla visibilidade. A tração é 4x4 em X com bombas hidráulicas, suspensão pneumática ativa, redutores de rodas e incorporador com painel de comando. “O Starker 1500 atende as necessidades de médios e pequenos produtores. Você tem que conhecer de perto", afirma Kleinschmitt.

Além dos pulverizadores, o visitantes poderão conhecer de perto o exclusivo Sistema de Estabilização de Barras da KS. A tecnologia funciona por meio de válvulas hidráulicas sob pressão. O equipamento alivia o peso das barras, evitando o “efeito chicote”. A instalação é possível em máquinas de todas as marcas, sem alterar as características originais. Com a tecnologia, as barras do pulverizador trabalham totalmente de forma automatizada.

Show Rural 2022
Iniciado em 1989, o Show Rural Coopavel, em sua 34ª edição, trará inúmeras atrações aos visitantes. Algumas estruturas de grande impacto ao evento serão inauguradas, como um hub de inovação para o agronegócio, um centro de tecnologia para a avicultura e um novo pavilhão para abrigar a agroindústria familiar.

Os visitantes, que percorrerão o parque observando orientações e cuidados sanitários, terão a oportunidade de conhecer também novas soluções que chegam com força ao campo, como uma estrutura eólica para a geração de energia apresentada pelo IDR, o Instituto de Desenvolvimento Rural.

Crédito da foto principal: Assessoria/Show Rural Coopavel

Seca: tire suas dúvidas sobre o seguro rural
0 Comentário

Seca: tire suas dúvidas sobre o seguro rural

Mais uma safra foi frustrada pela onda de calor e a seca. Pelo Brasil, as principais plantações que mais foram atingidas são as de soja e milho no sul do país. Somente no Paraná, as perdas passam de R$ 22,5 bilhões, enquanto no Rio Grande do Sul o prejuízo passa de R$ 19 bilhões. O governo do estado paranaense decretou situação de emergência devido à estiagem ainda no dia 30 de dezembro de 2021. No Brasil, nas regiões mais produtores, centenas de municípios também já declaram situação semelhante.

Mesmo com a tecnologia no campo e o manejo adotado pelos produtores, situações como essas são inevitáveis. Contratar um seguro rural é como aderir a um plano de saúde. Em ambas situações, se paga com a intenção de não os usar, mas pode acontecer. Nesse momento é importante estar assegurado para amenizar o máximo possível os prejuízos ocasionados. Nesse sentido, o Paraná é historicamente é o estado que mais contrata seguro rural no país, seguido pelo Rio Grande do Sul. De acordo com dados do PSR, os produtores paranaenses respondem por mais de 30% das apólices ao longo do histórico do programa, ou seja, a cada 10 apólices celebradas no Brasil, três são do Paraná.

Na hora de acionar o seguro, algumas dúvidas podem aparecer. Por isso, hoje, trazemos para você algumas respostas às principais perguntas sobre o seguro agrícola, reunidas pelo Canal Rural. Confira:

Perguntas e respostas

1) Em caso de sinistro, o agricultor terá que pagar a diferença que não foi coberta pelo governo?
Segundo a Comissão de Seguro Rural da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), as seguradoras se comprometem a pagar o valor integral do sinistro. Porém, se a sua apólice for uma das 60 mil pendentes, há o risco de a seguradora descontar o valor que não foi pago pelo governo. Isso vai depender da empresa de seguro, não existe um procedimento nacional ainda.

2) Que documentos é preciso apresentar?
O produtor precisa apresentar os documentos em dia de sua propriedade e um croqui da área total. Também deverá estar em dia com impostos e outras obrigações com os órgãos federais. Isso será avaliado através do Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin). O histórico de outros seguros feitos pelo produtor rural também é um critério de avaliação.

 3) O agricultor pode proteger apenas um talhão?
A maioria dos seguros contempla a proteção de toda a propriedade, não sendo possível proteger apenas talhões específicos.

4) Como funciona o pagamento da subvenção?
Uma vez aceita a documentação apresentada, a proposta de seguro rural é encaminhada ao Ministério da Agricultura para validação. Segundo o presidente da Comissão de Seguro Rural da Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), Luiz Foz, a aprovação demora até um dia útil, se toda a documentação estiver em dia. O Ministério da Agricultura costuma arcar com um valor entre 40% a 70% do valor da apólice. O montante varia conforme a região, a cultura e o risco climático.

 5) Qual a cobertura do seguro e no que é baseado?
O seguro rural é somente baseado em perdas por causa do clima. Portanto, a proteção será conforme o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc) da cultura e da região onde está a propriedade. O economista da Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep) Pedro Loyola orienta que o produtor deve respeitar principalmente duas coisas: a janela de plantio e a semente adequada para a região. O ressarcimento ao produtor em caso de quebra será baseado no índice de produtividade da cultura no município, com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

6) Quando o produtor pode acusar sinistro?
A qualquer momento. Porém, o contrato entre seguradora e produtor vai estabelecer um “gatilho” para definir a partir do quanto de quebra o seguro será acionado, a chamada faixa de cobertura. Por exemplo, se o agricultor definir que o seguro deverá acionado a partir de produtividade de 70%, a seguradora só irá ressarcir a partir de 30% de quebra. A partir de resolução do Mapa, o nível mínimo de cobertura será de 60% da produtividade, conforme resolução.

7) O que ocorre após o sinistro?
Um perito da seguradora fará uma avaliação da lavoura e mensurar as perdas. Vale destacar que o produtor rural não poderá colher até a liberação desse perito.

8) O que são programas de pagamento complementar?
Em alguns Estados há pagamentos complementares do valor da apólice. Atualmente São Paulo, Paraná e Santa Catarina têm programas em que pagam mais uma parte do prêmio. Por exemplo, se o governo arcou com 60% do prêmio, o governo estadual ou municipal arca com metade do restante, ou seja, 20%. Segundo as empresas de seguro, o pagamento desse subsídio regional está em dia.

Modalidades de Seguros Rurais
A legislação prevê as seguintes modalidades de Seguros Rurais:
I - seguro agrícola;
II - seguro pecuário;
III - seguro aquícola;
IV - seguro de florestas;
V - seguro de penhor rural - instituições financeiras públicas e instituições financeiras privadas;
VI - seguro de benfeitorias e produtos agropecuários;
VII - seguro de vida do produtor rural; e
VIII - seguro de Cédula de Produto Rural (CPR).
Observação: A modalidade de seguro de Cédula de Produto Rural (CPR) não está sendo comercializada atualmente no mercado brasileiro.
Para o conhecimento das principais modalidades dos seguros rurais, apresentamos conceitos
básicos, fundamentos e informações de cada modalidade.

Objeto do Seguro
O objeto do seguro define qual o interesse segurável da apólice, que determinará o limite máximo de indenização (LMI) ou limite máximo de garantia (LMG) das coberturas contratadas. Esse é o valor que será considerado para indenização, no caso de ocorrência de evento climático amparado pelo seguro.
Existem alguns tipos básicos de seguros agrícolas com diferentes critérios para a formação do limite máximo de indenização (LMI). A seguir apresentamos informações sobre os principais seguros oferecidos no mercado:

  1. a) Seguro de Custeio: o LMI é calculado com base no valor do desembolso para o custeio da lavoura segurada. É devida indenização quando a produtividade obtida com a cultura é inferior à produtividade garantida na apólice, comprometendo a capacidade de pagamento do valor do custeio.
  2. b) Seguro de Produção (Produtividade e Preço): o LMI é calculado com base na produtividade garantida para a área a ser segurada multiplicada por um preço estabelecido no momento da contratação para cada unidade a ser produzida. Esse preço utilizado na contratação será o mesmo utilizado no caso de eventual indenização.
  3. c) Seguro de Faturamento ou Receita: o LMI é calculado com base no faturamento a ser obtido com a produção, considerando a produtividade esperada e preço do produto no mercado futuro. A indenização ocorre quando a produtividade obtida e/ou preço de mercado da cultura na época da colheita reduzem o faturamento obtido a nível inferior ao faturamento garantido na apólice. É importante ressaltar que o preço do produto considerado na contratação e na indenização não é o preço praticado nas regiões produtoras e sim o observado nos contratos comercializados na B3.
  4. d) Seguro de Índices Climáticos (Paramétrico): o LMI é calculado com base no valor esperado pelo cliente a ser obtido com a produção. Trata-se de um produto customizado de acordo com a necessidade específica do cliente, considerando as oscilações dos parâmetros climáticos, sendo os principais temperatura e precipitação. Os índices e prazos de cobertura são definidos em conjunto com o cliente e os resultados são apurados por meio de consulta em bases públicas de coleta de informações meteorológicas. A indenização é calculada por meio da verificação dos índices coletados e os índices segurados pelo cliente. A indenização ocorre de forma simplificada, após a apuração dos índices.

 CONTRATAÇÃO DO SEGURO
Ao contratar o seguro, o produtor deve observar atentamente nas condições gerais e particulares da apólice as informações sobre:

  • Riscos cobertos.
  • Riscos não cobertos.
  • Vigência do seguro.
  • Carência.
  • Nível de cobertura.
  • Percentual de franquia.
  • Pagamento do prêmio.
  • Obrigações do segurado.
  • Inspeções.
  • Modificação da apólice.
  • Cancelamento da apólice.
  • Comunicação do sinistro.
  • Apuração dos prejuízos indenizáveis.
  • Liquidação de sinistro

Clique aqui para acessar o guia completo de seguros rurais do Ministério da Agricultura

Clique aqui para acessar as orientações sobre seguro, Proago e renegociação de dívidas do Sistema Faep

Fonte: Ministério da Agricultura, Sistema Faep e Canal Rural

Implementos agrícolas: Sistema KS acelera seu processo de pulverização
0 Comentário

Implementos agrícolas: Sistema KS acelera seu processo de pulverização

Não importa qual é a cultura, a marca do seu pulverizador ou o modelo. O Sistema de Estabilização da KS Pulverizadores é testado e aprovados por agricultores de norte a sul do Brasil. Os benefícios citados são vários, principalmente no ganho de velocidade no processo de pulverização, mesmo em terreno com tipografia irregular, além de proporcionar uma aplicação mais uniforme.

"A gente tinha um grande problema, com a quebra de barras, além de uma aplicação ruim. O trabalho era feito mais devagar, em função disso. Mas, hoje, depois que começamos a usar o Sistema KS, praticamente não aconteceu mais esses problemas. Só tivemos benefícios e agilidade. O que antes eu fazia em uma hora e meia, hoje realizo em uma hora, no máximo. Em áreas maiores, consigo um maior rendimento por dia, aplicando sempre na mesma altura", revela o produtor gaúcho de Três de Maio (RS), Diego Rossi.

Na fazenda Olho Verde, no município de Santa Rita do Trivelato (MT), o Sistema KS também já foi aprovado. São 750 hectares de área de plantio com muitas curvas de nível. Antes, o trabalho de pulverização era muito mais difícil. Em um terreno tão acidentado como esse, a solução foi instalar o Sistema KS. Sem ele, a uniformidade na aplicação seria quase impossível. “Antes, a gente tinha que acompanhar as curvas de nível, que não são de uma largura só, tendo que manobrar o pulverizador e era complicado. Agora, com o Sistema da KS está muito mais fácil para trabalhar e mais tranquilo, porque você não tem mais aquele estresse de estar preocupado com a barra, que está batendo ou levantando. Hoje, pode-se trabalhar tranquilo. Quebrar barras, com nós, isso não acontece mais há 4 safras", garante o gerente da fazenda, Reginaldo da Silva.

O equipamento em funcionamento alivia o peso das barras, deixando praticamente nulo, por meio de um sistema 100% hidráulico. Para manter uma altura exata de pulverização é instalado um garfo com roda em cada barra, que tem por simples finalidade a regulagem de altura, projetadas para não causar danos na plantação. O Sistema KS de Estabilização de Barras mantém a pulverização uniforme, mesmo em terrenos irregulares e em velocidades maiores. Tudo isso para facilitar o processo de pulverização na lavoura, mantendo a qualidade de forma rápida e prática.

Clique aqui para saber mais sobre o Sistema KS.

KS Pulverizadores confirma presença no 34º Show Rural Coopavel
0 Comentário

KS Pulverizadores confirma presença no 34º Show Rural Coopavel

Com o tema "Nós somos a terra", de 7 a 11 de fevereiro de 2022 será realizado o 34º Show Rural Coopavel, em Cascavel (PR). Considerado um dos três maiores eventos do mundo em disseminação de tecnologias e inovações para o campo, a edição presencial deste ano voltará a contar com a presença da KS Pulverizadores, indústria de Assis Chateaubriand (PR), que apresentará soluções ao homem do campo.

Além dos robustos e tecnológicos pulverizadores da linha Starker, projetados para atender as necessidades do pequeno e médio produtor, com um dos melhores custos-benefícios da categoria, a KS Pulverizadores apresentará o seu Sistema de Estabilização de Barras, considerado o mais efetivo do mercado. Um equipamento de fácil instalação e com garantia da KS Pulverizadores, a tecnologia é compatível com quase todas as marcas do mercado, sem alterar as características originais da máquina. Além de evitar o "efeito chicote", o Sistema KS proporciona uma aplicação uniforme.

KS
A KS Pulverizadores é uma empresa que está no mercado há 24 anos, sempre buscando aperfeiçoar e inovar, desenvolvendo melhorias e ferramentas para o trabalho do homem do campo. A KS Trabalha ao lado do agricultor no desenvolvimento e produção dos pulverizadores, além da fabricação de pulverizador autopropelido e o Sistema KS, que controla automaticamente a altura das barras de pulverização, a empresa também atua no setor de peças e serviços.

Show Rural 2022
Criado em 1989, o Show Rural Coopavel tem por missão levar novos conhecimentos aos produtores rurais para que possam produzir mais, melhor e com menos custos. “O evento acelerou o processo entre o desenvolvimento da pesquisa e o repasse das novidades aos agricultores, fazendo com que os resultados no campo apareçam mais rapidamente”, diz o agrônomo Rogério Rizzardi, coordenador-geral do Show Rural. “No passado, uma novidade demorava tempo considerável para chegar e ser aplicada, agora, com mostras de tecnologia com essa, tudo ocorre com muita agilidade”.

A 34ª edição do Show Rural Coopavel contará com a participação de 400 empresas. O acesso ao parque e o uso do estacionamento, com 12 mil vagas, são gratuitos. O trabalho das montadoras deverá estar concluído até o fim da tarde do dia 2 de fevereiro. “A pandemia traz novos desafios para eventos como esse. Mas superação e aprendizado contínuo são duas das nossas principais características”, observa Dilvo Grolli. (Com informações com assessoria de imprensa)